Oportunidades de co-transformação da orientação de careira com recurso a tecnologias inovadoras

Ao analisar o potencial de empregabilidade dos jovens no futuro mercado de trabalho, vale a pena iniciar com uma revisão de factos em torno do tema, bem como recordar os marcos que moldam o contexto político e legislativo. Partindo deste pressuposto, parece útil sublinhar que não é coincidência que as principais conclusões que emergem das recentes fontes de informação sobre competências no mercado de trabalho (ver, por exemplo, o último relatório sobre o futuro do emprego ou o Panorama das Competências) estejam em conformidade com as normas atuais definidas nos domínios da educação e do emprego através de uma série de reformas que estão no centro da agenda política da UE pós-2020 (os Objetivos da Juventude para 2027 ou o DigComp 2.1., apenas para citar alguns). Ler mais

Resultados da pesquisa piloto

Após a realização dos ensaios técnicos, o consórcio procedeu à implementação piloto. O objetivo desta etapa foi verificar, entre jovens e profissionais externos ao projeto, a metodologia adotada na criação dos jogos educativos gamificados tendo sido conduzidas duas pesquisas distintas, direcionadas a dois grupos de utilizadores. Durante esta fase piloto, realizada nos 7 países pertencentes ao consórcio, foram recolhidas opiniões detalhadas sobre a utilidade da plataforma junto de 81 jovens e 56 especialistas na área da orientação profissional. Ler mais

Como aplicar a abordagem baseada em jogos e cenários na orientação profissional

Autora: Antonia Schorer

Innovation in Learning Institute; Universidade Friedrich-Alexander Erlangen-Nuremberg; Alemanha

A digitalização e o início da quarta revolução industrial estão a mudar a nossa maneira de trabalhar. Estas mudanças têm impacto tanto na forma como as pessoas trabalham, como nas capacidades necessárias e nas competências individuais. É necessário, portanto, preparar os jovens de forma otimizada para os empregos futuristas e ajudá-los a lidar com o mundo do trabalho futuro. Os serviços de orientação profissional devem evoluir para uma orientação para o futuro. As políticas de educação devem transformar-se em liderança para o futuro. Este é o objetivo do projeto FUTURE TIME TRAVELER, que visa preparar a próxima geração para os empregos do futuro através de uma abordagem inovadora baseada em jogos. Nesta base, no entanto, surge a questão de como estes esforços de orientação profissional podem ser alcançados através de abordagens baseadas em jogos e cenários, e como podem ser aplicados. Ler mais